sexta-feira, 8 de agosto de 2014

E agora professor?

Acabou, passaram-se mais anos do que eu pretendia, mas nem por isso me sinto infeliz. Me sinto realizado, agora formado não sou, nem nunca fui melhor que ninguém e a graduação não me faz ser melhor que ninguém. Aos que acham que sou melhor que meus irmãos só porque tenho um diploma, não deveriam julgar o que não sabem. Durante esta minha caminhada se não fossem os meus irmãos e meus pais eu não teria conseguido. Agradeço a eles por desistirem de seus sonhos e de siad prioridades para que eu pudesse ter algum conforto.  Aos que não acreditaram em mim agradeço pois a descrença de vocês foi força que precisei para vencer. Peço desculpa aos professores que fiz duvidarem de suas experiências. A minha família de Santa Maria meu muito obrigado pelos conselhos, pelas festas, pelas risadas e pelo companheirismo. Agora, sou Educador Especial, não tenho dom, vocação ou jeito. Não trabalharei com loucos nem com retardados, trabalharei com pessoas que como eu não entendiam como a gente aprende. Assim como encontrei meu caminho quero levar outras pessoas a encontrarem os seus.